Veja dicas de como montar plano de estudo em meio à pandemia

Compreender limitações é o primeiro passo para não desmotivar ou procrastinar com o decorrer do tempo

Organizar a vida estudantil dos alunos em meio à pandemia não é uma tarefa fácil, mas se apresenta como um desafio extremamente necessário. Apesar de estarmos vivendo um momento atípico, só visto anteriormente nos livros de história, a preparação para os vestibulares, concursos e ano letivo não podem parar. Para isso, várias ferramentas tornaram alicerces na aprendizagem, como, por exemplo, videoaulas, aulas ao vivo, cursos on-line, leitura e até redes sociais.

Contudo, mesmo com  acesso facilitado a todas essas ferramentas, se você não tiver uma rotina eficiente e dentro das suas limitações poderá desmotivar ou procrastinar com o decorrer do tempo. O plano de estudo, portanto, é uma ótima dica, desde que esteja em sintonia com quem vai executá-lo.

Para otimizar seu processo e mitigar a tentadora procrastinação, Ricardo Nunes, diretor da unidade Santo Antônio II, da Rede de Ensino APOGEU, apresenta algumas dicas de como montar plano de estudo eficaz:

1)      Crie hábitos de estudos

Criar hábitos de estudos é importantíssimo para quem quer alcançar objetivos de aprendizado. Em sua rotina, o aluno precisa se organizar com tempo para revisão de teoria, montagem de fichamento ou mapa mental e exercícios. Com isso, será um agente ativo no processo de aprendizagem, isto é, terá introduzido e praticado o que experimentou nas aulas.

2)      Estabeleça metas

Saber, desde o dia anterior, o que você irá fazer é uma ótima maneira de ajudar o cérebro. Assim, de antemão, você poupa energias e foca no que realmente é importante. Por exemplo, quantas questões irá fazer? Quantas aulas vai assistir? Vai fazer resumo e revisão? Registre também os seus avanços para estimulá-lo a cada dia.

3)      Revise diariamente

Após o professor dar o conteúdo na aula, no mesmo dia, semanalmente e mensalmente, é imprescindível  fazer uma revisão completa. Dessa forma,  seu cérebro não vai esquecer os detalhes. Para isso, enquanto o professor dá a matéria, anote os principais pontos e definições.  O tempo de preparação, muitas vezes, é bem curto. Por isso, municie de informações, de fato, relevantes – além de pegar dicas com os professores e coordenação pedagógica.

4)      Priorize também o  tempo de descanso

Se você quer estudar longos períodos sem perder a produtividade, dê intervalos para o seu cérebro “arejar” e recuperar o esforço. Assim, pequenas pausas de dez minutos após uma hora de estudo, trinta minutos após três horas ou até mesmo pausas maiores entre turnos (manhã, tarde e noite) são dicas valiosas. Neste momento, faça boas refeições, atividades físicas e, claro, dê uma leve espiada nas redes sociais.

5)      Faça simulados

Por fim, os simulados são importantíssimos para o aluno aprender a gerenciar o tempo, estar preparado fisicamente para provas mais longas, estável emocionalmente para o vestibular ou outras provas previstas, além de identificar as lacunas de aprendizagem e montar planos de ações específicos para melhorar habilidades e competências de rendimento insuficiente.

Como é o Plano de Estudos no APOGEU?

Após a prova diagnóstica no ato da matrícula, os alunos recebem um plano de estudo personalizado com apoio da direção e coordenação. Caso no decorrer do ano, por meio dos simulados, a coordenação identifique outras lacunas ou note a evolução em outras áreas, o plano de estudo individual do aluno é alterado. A preparação, portanto, é flexível e estratégica, sempre com um olhar especial para o aluno. Por isso, somos o “melhor amigo do aluno” e temos milhares de aprovações  ao longo de 20 anos de atuação ininterruptas no mercado de educação.

Para mais informações, entre em contato pelo telefone (32) 3026-6210.

"APOGEU – DOS PRIMEIROS PASSOS AO PRÉ-VESTIBULAR"