Pela primeira vez, um aluno APOGEU chega à 3ª fase da Olimpíada Brasileira de Biologia

Neste ano, o aluno Cayo Tavares Serrano, da 3ª série A da unidade Santo Antônio ll, conseguiu chegar a 3ª fase da OBB, dentre 42.353 inscritos. A Olimpíada Brasileira de Biologia é realizada pelo Instituto Butantan e é voltada para os alunos do ensino médio de escolas públicas e privadas de todo o país.

A segunda fase contou com a participação de 4385 alunos e ocorreu no dia 21 de maio. Já a terceira fase foi realizada no dia 18 de junho, com 533 participantes.

 

A preparação

Quem quer sair na frente e se destacar em uma olimpíada do conhecimento tão importante quanto a OBB precisa investir em uma rotina intensa de preparação! Com Cayo não foi diferente. Ele participou semanalmente dos treinamentos realizados pelo Projeto Olímpico, contando com o suporte do professor Guilherme Silveira. “Isso foi algo positivo para nós conseguirmos chegar tão longe. Todos os alunos de alto desempenho fazem parte dessa equipe, que recebe candidatos a partir do 6° ano do ensino fundamental até a 3ª série Ensino Médio, de todas as unidades APOGEU”, explica Euler Ávila, coordenador das turmas olímpicas da Rede de Ensino APOGEU

 

Mudanças na competição

 

  • Mais estudantes classificados

Geralmente, a OBB seleciona 16 candidatos para a etapa final, mas neste ano selecionará 25: os 15 que obtiverem a melhor classificação geral, os cinco melhores classificados da 2ª série do Ensino Médio e mais os cinco melhores estudantes de escolas públicas. Segundo a organização, o objetivo é incentivar os estudantes vencedores e, em relação aos mais jovens, fazer um preparo prévio para as etapas internacionais das próximas edições.

  • Mais estudantes medalhistas

Outra mudança: o número de medalhas também aumentou. Serão 25 ouros, 50 pratas, 100 bronzes e 200 honras ao mérito, crescend assim as chances de conquistar a tão sonhada condecoração.

  • Um novo prêmio

A principal novidade da OBB 2021 é que os 20 estudantes de escola pública que forem medalhistas serão selecionados para receber uma bolsa de iniciação científica júnior junto ao Instituto Butantan.

"APOGEU – DOS PRIMEIROS PASSOS AO PRÉ-VESTIBULAR"