Mulheres na Marinha : A partir deste ano, público feminino pode integrar Colégio Naval

Após mais de 70 anos, a instituição de Ensino Médio da Marinha Brasileira abre suas portas para o público feminino. Essa é uma oportunidade imperdível para jovens entre 15 e 18 anos que sonham com a carreira na Marinha. As novidades vão além e oportunizam também, a partir do próximo edital, a entrada de pessoas casadas ou em união estável, o que antes não era possível.

O Colégio Naval é uma escola de ensino regular e o ingresso se dá por concurso anual. Não se trata de um centro de treinamento para o serviço militar, apesar de o currículo incluir a preparação dos estudantes para a Escola Naval, que é a instituição de ensino superior da Marinha.

 

Como ingressar
  • Ser brasileiro nato;
  • Ter 15 anos completos e menos de 18 no dia 1º de janeiro do ano da matrícula no curso;
  • Ter concluído o 9º ano do Ensino Fundamental;
  • Ter idoneidade moral e bons antecedentes para a situação de futuro oficial da Marinha;
  • Estar em dia com as obrigações civis e militares.

1)  Seleção Inicial composta de:

a) Prova objetiva de Matemática (20 questões) e Inglês (20 questões), com duração de cinco horas – primeiro dia.

b) Prova objetiva de Português (20 questões), Estudos Sociais (12 questões) e Ciências (18 questões) e Redação – segundo dia.

 

Redação

A redação vale 100 pontos com pelo menos 20 linhas contínuas e máximo de 30, sendo descontados cinco pontos por cada linha não preenchida ou preenchida em excesso. Na correção, são considerados a Estrutura e Conteúdo, que valem 50 pontos, sendo Coesão e Coerência, com até 30 pontos, Título e Assunto, com até 20 pontos. Já em Expressão, serão até 50 pontos.

 

Eliminação das provas

Segundo o site oficial da Marinha Brasileira, serão considerados eliminados os candidatos que, em qualquer fase, obtiverem nota inferior a 50 numa escala de 0 a 100 em cada disciplina ou na redação.

Após serem aprovados na Prova Objetiva e nos Eventos Complementares, os candidatos entram no Período de Adaptação, em regime de internato, com duração de três semanas, podendo sair para visitar a família após a primeira. Terminada essa etapa, os candidatos se formam e recebem platinas de alunos do Colégio Naval.

Passada a Adaptação, é iniciado o Curso de Preparação de Aspirantes, com duração de três anos. Durante esse tempo, os alunos estudam disciplinas do Ensino Médio, recebem instruções militares e recebem uma ajuda de custo de R$1.044, além de receberem diversos benefícios, tais como alojamento, alimentação, ajuda para aquisição de uniformes, assistência médico-hospitalar, entre outros.

O regime é o internato, tendo os finais de semana livres, quando não estão de serviço. É preciso que os alunos sejam aprovados para serem aprovados no primeiro ano da Escola Naval sem a necessidade de fazer concurso externo.

 

2) Eventos complementares eliminatórios constituídos de:

  1. a) Inspeção de Saúde;
  2. b) Teste de Aptidão Física de Ingresso (TAF-i) – Natação e Corrida;
  3. c) Avaliação Psicológica;
  4. d) Verificação de Documentos e
  5. e) Procedimento de Heteroidentificação Complementar à Autodeclaração.

Fonte: Site Oficial da Marinha Brasileira

 

Como se preparar para o concurso

Se prepare com quem entende de concursos militares!

A turma do preparatório do Colégio Naval funciona de segunda a sexta, das 14h20 às 18h10. A Rede de Ensino APOGEU conta com professores especialistas nos concursos militares e possuem material didático contextualizado com as provas. Ainda sem a volta presencial, as aulas possuem formato remoto, com aulas ao vivo e espaço para tirar dúvidas com os professores. Além disso, possui simulados nos fins de semana.

No último concurso tivemos dez aprovados! Quer fazer parte desse time? Entre em contato com a Central de Atendimento por meio do telefone 4000-1295 ou inscreva-se em nosso site.

"APOGEU – DOS PRIMEIROS PASSOS AO PRÉ-VESTIBULAR"