MHA e BNCC: lado a lado na transformação de vidas

Que a educação não é mais a mesma a gente já sabe! Agora, é importante entender: o que de fato mudou? Quais iniciativas deram certo? O que veio para ficar?

O Movimento Híbrido de Aprendizagem (MHA) é a prova de que revolucionamos nosso modelo de ensino, aceleramos nosso processo de inovação tecnológica e estamos prontos para transformar ainda mais vidas por meio da educação, independente do cenário de incertezas e expectativas que se apresentar.

Sustentado por quatro pilares (Espaço de Aprendizado Individualizado, Interatividade On-line, Orientação Pedagógica e Presencial), o MHA é capaz de garantir a isonomia para todos os alunos, tanto os que estiverem on-line quanto os que optarem pelo presencial, quando autorizado. Orienta ainda como ele estuda, identifica suas potencialidades e suas dificuldades, além de entender qual é a melhor maneira de aprender.

Ao definir os preceitos do MHA, o APOGEU se atentou ao alinhamento do modelo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). E é essa relação que apresentamos abaixo. Mas, para isso é importante entender que a BNCC propõe o desenvolvimento de competências. E o que é isto? Para atender esta proposta precisamos desenvolver nos alunos: conhecimento, habilidades e atitudes. Neste sentido, o conteúdo é apenas uma das ferramentas que utilizamos para tal, já que entendemos o quanto é importante o desenvolvimento desse aluno de forma integral.

  • Ensina ao aluno a buscar conhecimento para além do material didático e a esdcola, o que contribui para seu aprimoramento acadêmico e também encontra eco na BNCC – conhecimento – competência 1. Além disso, valoriza e utiliza os conhecimentos historicamente construídos sobre o mundo para entender e explicar a realidade e continuar aprendendo.
  • Nossos três pilares possibilitam o desenvolvimento da competência 2 – pensamento científico, crítico e criativo, pois exercita a curiosidade intelectual e recorre à abordagem da investigação, reflexão e análise crítica, para investigar, elaborar e testar hipóteses, formular e resolver problemas e criar soluções.
  • Nosso sistema avaliativo, com a construção do projeto interdisciplinar, possibilita a criação a partir de alunos de diversas unidades, consequentemente de diversas culturas e a riqueza dessa troca possibilita visão de mundo muito mais expandida – competência 3 – repertório cultural.
  • Em todos dos momentos, o desenvolvimento da competência 4 – comunicação – vem à tona pois exige que o aluno utilize dessa competência buscando seu aprimoramento e valoriza a utilização de diferentes linguagens.
  • Mais do que nunca, nosso MHA contribui para o desenvolvimento da competência 5 – a cultura digital que, mais do que acessar informações via link, busca conectar as informações logadas com as experiências de aprendizado.
  • Na competência 6 – trabalho e projeto de vida – o MHA propõe que o aluno compreenda seu propósito (pilar da Orientação Pedagógica) e qual seu projeto de vida a partir desse conhecimento, com liberdade, autonomia, consciência crítica e responsabilidade.
  • Nas possibilidades de discussões que o MHA propõe, a competência 7 – argumentação – é instigada. Para que o aluno participe efetivamente do processo, assistir aos roteiros de aprendizagem (assíncrono) exige dele dedicação, autonomia, mas também poder de argumentação para que possa trazer as questões para a roda de conversa na Interatividade On-line (síncrono), sempre baseado em fatos, dados e informações confiáveis, para formular, negociar e defender ideias, pontos de vista,com posicionamento ético.
  • Continuando na BNCC, a competência 8 – autoconhecimento e autocuidado – é contemplada por inteiro no nosso pilar da Orientação Pedagógica, quando os alunos têm a possibilidade de,se conhecendo e conhecendo a maneira como aprende, desenvolver essa competência pela mediação de seus professores e pela troca entre seus pares, reconhecendo suas emoções e as dos outros, com autocrítica e capacidade para lidar com elas.
  • A empatia e cooperação – competência 9 – são contempladas no Movimento Híbrido de Aprendizagem nos pilares da interatividade e da Orientação Pedagógica, competência essa que os alunos desenvolvem e vêem seus professores desenvolvendo, por meio das trocas e dos momentos de entenderem as diversas situações e vivências, promovendo o respeito ao outro.
  • Assim, fechamos a BNCC apresentando todas as evidências que contribuem para o desenvolvimento da responsabilidade e cidadania – competência 10– a partir do entendimento da responsabilidade que cada um tem no seu próprio processo de aprendizagem e entendendo que cada um de nós precisa exercer seu papel de cidadão, o que nossos alunos aprendem na prática com o MHA, com autonomia e responsabilidade.

 

 

"APOGEU – DOS PRIMEIROS PASSOS AO PRÉ-VESTIBULAR"