Educação Infantil: Qual é a importância da Psicomotricidade?

A Psicomotricidade cumpre um papel importantíssimo na Educação Infantil e está diretamente relacionada aos desenvolvimentos motores, afetivos e intelectuais.

Mas o que é Psicomotricidade?

A Psicomotricidade é o estímulo à prática de movimentos em todas as faixas-etárias. Os estímulos começam a ser trabalhados ainda na Educação Infantil para auxiliar no processo de aprendizagem e desenvolvimento psicológico, motor e cognitivo. O objetivo é fazer com que a criança aprenda a dominar o próprio corpo e adquirir inibição voluntária.

Segundo a coordenadora da Rede de Ensino APOGEU, Adriane Guedes a Psicomotricidade é uma forma de expressão e socialização de ideias ou até mesmo a oportunidade de desabafar, soltar as emoções, vivenciar sensações e descobrir o mundo.

 

O que acontece quando a Psicomotricidade não é desenvolvida de maneira eficaz?

A falta de estímulos à Psicomotricidade acarreta sérias conseqüências ao desenvolvimento da criança.

Uma das questões, de acordo com Adriane, é a lateralidade pouco trabalhada nos alunos. “Quando a lateralidade não é trabalhada de forma correta, a criança apresenta dificuldades em utilizar os termos direita e esquerda e apresenta certo embaraço para acompanhar a direção gráfica de leitura e escrita.

Como o APOGEU trabalha a Psicomotricidade com os alunos?

Tonicidade, equilíbrio, lateralidade, noção corporal, estrutura espaço-temporal, praxia fina e praxia global são os principais padrões psicomotores trabalhados pela Rede de Ensino APOGEU na Educação Infantil.

Além disso, a instituição utiliza técnicas variadas, como gincanas que favoreçam o estímulo da descoberta do espaço, atividades táteis, exercícios com bolas e peças de plásticos, pinturas de pés e brincadeiras de encher e esvaziar pequenas vasilhas com areia.

Adriane ressaltou que também é importante desenvolver exercícios que façam os pequenos pular, rolar, dançar e aprender atividades do dia a dia, como amarrar os sapatos e pentear os cabelos.

Como estimular a Psicomotricidade em casa?

A coordenadora Adriane Guedes afirma que os pais precisam trabalhar com brincadeiras que estimulem o senso de espaço, movimento e percepção.

“O importante neste desenvolvimento da Psicomotricidade é sem dúvida, que os pais partilhem sentimentos, caminhando com os seus filhos na busca da sua autonomia e da construção da sua própria identidade!”, concluiu Adriane.

"APOGEU – DOS PRIMEIROS PASSOS AO PRÉ-VESTIBULAR"