Com a pandemia, tudo mudou, menos a excelência do APOGEU em aprovar para o vestibular

Matéria publicada no Jornal Tribuna de Minas no dia 24 de abril de 2021

A pandemia de Covid-19 está virando o mundo de cabeça para baixo. A dinâmica da vida passa por mudanças profundas que alteram a forma de trabalhar e estudar, em contrapartida, infelizmente, milhares de vidas são perdidas no país todos os dias. No entanto, nessa última semana, centenas de jovens de Juiz de Fora e região, suas famílias e amigos, tiveram direito a uma pausa, para comemorar o acesso a diversas instituições de ensino superior com a divulgação do processo seletivo final do PISM e do ENEM. E, nesse contexto, em meio a uma rotina de vida tão diferente e desafiadora, algo se mostrou inalterado: a competência da Rede de Ensino APOGEU em garantir o sonho de tanta gente.

Foram mais de 300 aprovações em instituições públicas só na primeira chamada, sendo que 31 vestibulandos alcançaram o primeiro lugar nos seus respectivos cursos, evidenciando o que boa parte das pessoas já sabe faz tempo. O APOGEU é referência em aprovação em toda a região. Só em Medicina, processo de ingresso mais disputado, foram 19 aprovações em diversas universidades brasileiras, e em Engenharia, 54. Pelo PISM, os números apontam 45 aprovações nas cinco primeiras colocações e, pelo ENEM, 96 alunos ficaram entre os cinco melhores resultados.

“Eu sempre sonhei em cursar Medicina Veterinária. Desde que entrei no Ensino Médio, o sonho se tornou maior. Eu queria uma vaga em uma universidade federal. Tive a oportunidade de fazer o curso do APOGEU, que, em meio à pandemia, foi essencial. Meu sucesso tem grande participação dessa equipe maravilhosa. Consegui ser aprovada pelo SISU e pelo PISM, uma vitória duplamente gratificante”, conta entusiasmada a aluna Maria Carolina da Silva Vita, 1º lugar em Medicina Veterinária da UFJF.

Quem também não cabe em si de felicidade é Fernanda Nogueira Elerati, 16ª colocada em Medicina também pela UFJF. “A conquista da sonhada vaga na Federal, em um ano tão atípico e conturbado, só foi possível graças ao auxilio proporcionado pela equipe APOGEU Ubá. Fico muito feliz com todo carinho, acolhimento e apoio emocional que recebi durante esse período e, ainda extasiada com a aprovação, não posso deixar de agradecer aos que estiveram comigo nessa trajetória. Essa vitória é nossa”, diz. 

E mais: foram quatro alunos aprovados na USP, cinco nas primeiras colocações na UFV e outros seis nas primeiras colocações da UFF. Os números comprovam que, quando a preparação é eficiente e sólida, os alunos se sentem confiantes em alçar vôos ainda mais altos em outras instituições renomadas.  

Expectativas são melhores ainda para 2021

Se no atípico ano de 2020 os resultados do APOGEU já foram tão satisfatórios, a aposta no sucesso em 2021 é ainda maior com Modelo Híbrido de Aprendizagem (MHA), que estrutura uma forma inovadora ao conciliar o virtual com o presencial (quando possível) com foco nas necessidades de cada aluno. As inscrições para as turmas pré-vestibular, inclusive, já estão abertas e podem ser feitas pelo site. A Rede oferece também opções de preparação on-line, com o ENEM ON – APOGEU e o Medicina PLUS ON – APOGEU que prometem turbinar o sonho de muitos jovens em diversas partes do país.

“Quando falamos em foco no aluno, estamos falando de uma equipe de professores especialistas com ampla experiência e com muita paixão por Educação”, observa o diretor da unidade Santo Antônio II, Ricardo Nunes. “Bateria de simulados, escrita de redações semanais, orientações pedagógicas periódicas. Tudo isso garantiu as milhares de aprovações nos últimos anos e, em especial, apoiou nossos alunos a superar o ano de 2020, que se transformou em uma jornada difícil, mas vitoriosa”, acrescenta o diretor.

O MHA sustenta o incentivo à autonomia do estudante, permite que ele ative os Roteiros de Aprendizagens no conforto de casa e na ocasião que lhe for mais propícia, transformando o aluno em um agente ativo da construção do seu conhecimento. Por ser um modelo 100% estável, o Movimento Híbrido de Aprendizagem permite a efetivação do ensino, independente da manutenção ou suspensão das aulas presenciais.

“Meu terceiro ano foi todo remoto e a plataforma que o APOGEU utilizava era sensacional, havia todos os materiais bem separados e organizados para o estudo. Os professores também eram bem atenciosos, e as aulas eram bem intuitivas e dinâmicas”, explica o aluno João Pedro Emanuel Ferreira, que comemora a primeira colocação em Engenharia Elétrica da UFJF.

Quinto lugar em Medicina da UNIFAL, Felipe Tiango destaca também o apoio emocional indispensável que fez diferença para seu sucesso. “Além do suporte pedagógico de ótimo nível, a Rede me auxiliou muito para conciliar os estudos e trabalhar o lado psicológico, que estava muito difícil. Desse modo, agradeço muito aos professores da instituição que se propuseram a ajudar não só como instrutores, mas também como tutores na superação dessa adversidade que foi o isolamento social”. 

"APOGEU – DOS PRIMEIROS PASSOS AO PRÉ-VESTIBULAR"