Alunos APOGEU realizam provas para EEAr e EFOMM

O fim de semana foi intenso para os estudantes que se preparavam para os concursos da Escola de Especialistas da Aeronáutica – EEAr e Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante – EFOMM.

No domingo, 13, seguindo o novo calendário, a Força Aérea Brasileira aplicou as provas objetivas do concurso para a EEAr, uma das mais aguardadas e concorridas do país. O exame aconteceu no turno da manhã para milhares de candidatos. A seleção destina-se a jovens de ambos os sexos, em diferentes cargos de aviação.

No caso da EFOMM, os candidatos fizeram as provas objetivas no sábado, 12, e domingo, 13. Inicialmente, esses exames estavam agendados para os dias 29 e 30 de agosto.

Mesmo que as datas tenham mudado, a estrutura foi a mesma. No sábado, os estudantes foram submetidos às provas de Português, Redação e Inglês. Já no domingo, fizeram as provas de Matemática e Física.

E o APOGEU se fez presente nas duas ocasiões, acompanhando os alunos e dando o estímulo necessário para a realização de cada questão. Ao todo, foram 56 estudantes do colégio que fizeram as provas da EFOMM e EEAr nesse final de semana, distribuídos nas cidades de Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Recife.

A aluna Giovanna Cipriano é uma das candidatas à EEAr e ressalta sua segurança na hora de realizar a prova. “Quando entrei no local da prova, eu me sentia tão grata por ter chegado até esse momento, depois de estudar tanto o ano inteiro, que já bastava. Depois da prova, senti que realmente fui bem preparada para esse concurso. Sou tão grata a quem me preparou, pois, são indispensáveis na minha vida: minha mãe, que é psicóloga e me ensina o poder da mente com a sua mentoria; pai, tios e primos que sempre estão do meu lado para tudo e todas as coisas; minha escola, que também é minha família, pois, nela, meus mestres nos tratam como filhos e são parte do nosso alicerce para o sucesso”, afirma Giovanna.

A gratidão da estudante ainda se estendeu aos colaboradores do APOGEU. “Agradeço ao meu coordenador Euler que, com sua liderança empática, aproxima todos os alunos de forma ímpar: ele conhece todos os alunos! E o Guto? Foi o primeiro que eu vi, logo depois que saí da prova, todo sorridente acenando para mim! Senti um conforto tão grande com isso… Sem sombra de dúvidas de que estamos falando de uma família”, finaliza.

Tema cobrado na redação da EFOMM foi trabalhado no APOGEU

Não se trata de coincidência, mas de conhecimento e experiência! No último dia 10, dois dias antes da realização da prova da EFOMM, os alunos que se preparavam para o exame realizaram a última redação proposta pela professora Ignez Figueiredo.

Para a surpresa de todos, o mesmo tema trabalho na aula foi cobrado no exame. “Os alunos fizeram muitas redações ao longo de todo o ano. Além disso, estamos cientes de que as escolas militares não trabalham com temas polêmicos, isso reduz a quantidade de tema e aumenta bastante a chance de acertá-lo”, explica Ignez Figueiredo, professora de redação da Rede de Ensino APOGEU, que sugeriu o tema. “O filtro que se coloca nessas ocasiões é pegar o que há de mais novo ocorrendo na atualidade e avaliar se o fato é polêmico ou não, para poder transformá-lo em tema”, salienta a professora, que contabiliza uma experiência de 28 anos na área.

Para conhecer mais sobre os preparatórios militares do APOGEU, clique AQUI.

"APOGEU – DOS PRIMEIROS PASSOS AO PRÉ-VESTIBULAR"