Aluna do APOGEU obtém nota máxima na redação do ENEM

O MEC liberou, no início do mês, a correção das redações do ENEM 2013. A nossa ex-aluna Maria Clara Russo Araújo escreveu um dos 481 textos, no universo de mais de cinco milhões corrigidos, que obteve nota mil. A redação dela foi exibida como exemplo pelo O GLOBO.

Maria Clara, 18 anos, é da cidade de Descoberto e estudou em São João Nepomuceno até 2012. No começo do ano passado veio para Juiz de Fora e concluiu o ensino médio no Colégio APOGEU, sendo aprovada para o curso de Htória da UFJF.

Perguntada sobre qual seria o seu sonho profissional, ela define como “seguir carreira acadêmica, aliada à luta por uma educação pública de qualidade. Acredito que vivemos em uma sociedade de valores extremamente invertidos e, para mim, não tem nada mais importante e satisfatório do que disseminar o conhecimento como ferramenta para uma mudança concreta e profunda”.

Respondendo às nossas perguntas, ela deu dicas de hábitos e preparação para alcançar uma boa nota na redação do ENEM.

 

Você sempre gostou de escrever? Como foi o seu desempenho durante a sua trajetória escolar?

Sempre gostei de escrever e, provavelmente por ter os dois pais professores, estive rodeada por livros desde a infância, o que me ajudou muito em toda minha trajetória escolar. A escrita e a interpretação sempre foram a minha maior facilidade.

 

O que você pode falar sobre o Colégio APOGEU, os professores e a relação desses fatores com o seu resultado?

Sem nenhuma dúvida, as aulas do Wesley foram cruciais para o meu resultado. Sempre com muita paciência e bom humor, ele sabe ensinar como ninguém. Foram importantes também os professores de Literatura, Áurea e Luis que não desistiram do incentivo à leitura, e a Josy, de Português, por me tirar todas as dúvidas gramaticais.

 

Qual é a Analogia entre manter-se bem informada e fazer uma boa redação?

Para preencher as 30 linhas da folha de redação e fazer um texto com conteúdo, é imprescindível ter conhecimento sobre o que vai ser dito, uma vez que fugir do tema não dá certo e implica em perda de pontos.

 

Você escrevia textos dissertativos periodicamente? Qual a frequência? Qual foi a importância disso para o seu desempenho?

Além dos feitos em sala de aula, eu escrevia uma redação por semana, que era devolvida corrigida e comentada. Isso me ajudou muito a descobrir o que eu não podia errar.

 

Existem exercícios de escrita do dia a dia que te ajudam na hora de produzir os textos?

Não existe nenhum exercício de escrita. Aconselho a não usarem a internet apenas para entrar no Facebook, mas também como instrumento de pesquisa e leitura. Encontramos muitas palavras erradas nas redes sociais, o que pode vir a ser prejudicial na hora de escrever uma boa redação.

 

 Quais dicas você daria para um jovem que quer escrever uma redação nota mil no ENEM?

Estar ciente de como se faz um texto dissertativo-argumentativo, ler muito, manter-se bem informado e continuar treinando, mesmo quando faltar paciência.

 

A partir do momento no qual você leu o tema da redação na prova do ENEM, como você se organizou para fazer sua redação?

A primeira coisa que fiz ao abrir a prova do ENEM foi ler o tema e os textos motivadores. Logo depois, organizei o meu pensamento e tudo o que eu sabia sobre a Lei Seca em tópicos. Aproveitei o tempo em que fazia o resto da prova para pensar em mais alguma informação e, quando faltava uma hora e meia para o fim, comecei a escrever.

 

Confira a redação nota mil da Maria Clara Russo Araújo.

"APOGEU – DOS PRIMEIROS PASSOS AO PRÉ-VESTIBULAR"