8 livros de Literatura para o ENEM

Diferentemente de alguns vestibulares, o Exame Nacional do Ensino Médio não divulga uma lista específica de obras que podem ser cobradas nas provas.

Porém, o ENEM exige que os candidatos tenham conhecimento sobre os movimentos que interferiram na sociedade e cultura brasileira.

Confira os 8 livros que os estudantes precisam ler para a prova de Literatura do ENEM:

1 – Vidas Secas (Graciliano Ramos)

A obra narra a história de uma família de nordestinos que resolve fugir da seca. O foco do autor é retratar alguns fatos como a fuga da família, a desonestidade do patrão e a arbitrariedade da classe dominante.

2 – Macunaíma (Mário de Andrade)

O romance cômico escrito em 1928 é considerado uma das grandes obras do Modernismo. O personagem principal é um índio que representa a multiculturalidade do povo brasileiro com seus mitos, crenças e lendas.

3 – Capitães de Areia (Jorge Amado)

O livro retrata a vida de um grupo de menores abandonados, vivendo nas ruas de Salvador e roubando para sobreviver.  A obra representa uma transição da experimentação literária para o engajamento com questões sociais.

4 – Memórias de um Sargento de Milícias (Manuel Antônio de Almeida)

O romance – escrito no estilo jornalístico e direto – narra a história de Leonardo, que após inúmeras travessuras na infância, cresceu e se tornou um Sargento de Milícias. O foco do livro é fugir dos padrões românticos da época e incorporar a linguagem das classes média e baixa.

5 – A Hora da Estrela (Clarice Lispector)

A personagem principal da narrativa é a datilógrafa alagoana Macabéa, que se muda para o Rio de Janeiro e se vê obrigada a conviver com cultura e valores diferentes. A história de Macabéa é contada pelo autor fictício Rodrigo S.M.

6  – Iracema (José de Alencar)

A obra narra a colonização do Ceará no século XVII e os conflitos entre duas tribos indígenas, os Pitiguaras e os Tabajaras. A personagem principal é Iracema, a “virgem dos lábios de mel”.

7 – Grande Sertão: Veredas (João Guimarães Rosa)

O ex-jagunço Riobaldo é o protagonista que, através de uma extensa e perturbadora narrativa, conta suas trajetórias, lutas, medos e o amor reprimido por Diadorim.

8 – Memórias Póstumas de Brás Cubas (Machado de Assis)

O livro marcou o início do Realismo no Brasil e aborda questões ligadas à escravidão, às classes sociais, ao cientificismo e ao positivismo. O protagonista é Brás Cubas, que resolve contar sua vida depois de morto.

"APOGEU – DOS PRIMEIROS PASSOS AO PRÉ-VESTIBULAR"